Dia: 9 de janeiro de 2019

Isabella Cecchi, ex miss-Natal, é confirmada no BBB19

Pazzesco! Esta é a palavra em italiano que Isabella, de 24 anos, mais gosta de pronunciar e quer dizer “espetacular”. E é assim que ela se sentiu ao receber a notícia que está no BBB19 depois de um ano cheio de revés em sua vida.

“O negócio tem que ser muito grande para me derrubar, porque já passei por muitas provações. As conquistas que eu tive trazem aquele gostinho de vitória”, diz a natalense.

Filha de pai italiano e mãe brasileira, a universitária tem dupla nacionalidade e morou até os sete anos na Itália. Contudo, após a separação dos pais, voltou a viver na capital do Rio Grande do Norte com a mãe, Magda, e a irmã por parte de mãe, Pamela. Sem nunca se afastar da família paterna, ela, ainda hoje, visita os parentes em Milão pelo menos uma vez ao ano.

A perda do pai, Gianfranco, há cinco anos, transformou a vida de Isabella.

“Foi quando percebi que a vida começou. Isso me fortaleceu para correr atrás do que quero, saber que a vida não é um mar de rosas e me fez ter mais garra e determinação”, explica de forma enfática.

Com essa força, ano passado ela também acompanhou e deu todo apoio a mãe em um tratamento contra um câncer, enquanto se dedicava intensamente aos estudos para passar em Medicina. E as duas conquistas vieram!

Cursando o 5º período de Odontologia, ela decidiu trancar o curso para perseguir o sonho de se tornar médica, como a mãe e a irmã. Além de cumprir uma profecia do pai:

“A última vez que o visitei no hospital, ele disse para as enfermeiras: ‘Ela vai ser médica’. Essa frase sempre me motivou”, disse.

Por tudo o que tem vivido até aqui, ela agora só quer agradecer – e se jogar em tudo o que está por vir. “Ela não é namoradeira, ela é baladeira. Teve três namorados e passou bastante tempo com cada um deles. Se pintar um cara interessante na casa, ela vai embarcar nessa com certeza. Agora, a Bella está com o espírito de ir aproveitando o sonho, se divertir e aproveitar todas as oportunidades”, avisa a irmã da ragazza

Insatisfação dos sindicatos incomodam Fátima

A reprovação do modo escolhido pela governadora Fátima Bezerra (PT) para tentar colocar a folha em dia por parte dos sindicatos deixou a petista triste. Fatima esperava contar com o apoio deles durante todo o governo. Mas, é assim, Fátima, ou se governa para o povo ou faz os gostos dos sindicatos. A senhora acertou!

20 presos do Ceará são transferidos para a Penitenciária Federal de Mossoró

Departamento Penitenciário Nacional (Depen) confirmou a transferência de 20 presos do Ceará para a Penitenciária Federal de Mossoró, na região Oeste potiguar, durante a madrugada desta quarta-feira (9). A operação começou por volta das 2h e foi concluída às 4h30.

A partir de Mossoró, os presos serão distribuídos entre as outras quatro unidades prisionais do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Novas vagas poderão ser disponibilizadas ao estado, ainda de acordo com o Depen.

A transferência contou com operação conjunta do Depen com a Polícia Rodoviária Federal e o governo do Ceará. A ação também envolveu a atuação do Ministéio da Justiça, do Ministério Público, da Justiça do Ceará e da Justiça Federal de Mossoró.

Ainda de acordo com o Depen, as vagas foram disponibilizadas para o estado no dia 4 de janeiro, mas a transferência só foi efetivada após definições dos presos e pedidos feitos pelo estado.

ATAQUES

A transferência de presos ocorre durante uma crise de segurança pública no estado nordestino. Uma série de ataques criminosos contra ônibus, bancos, prefeituras, comércios e prédios públicos que atinge Ceará completou uma semana. Desde quarta-feira (2), o G1 contabilizou 164 ataques em 41 dos 184 municípios do estado. Para tentar conter a onda de violência em Fortaleza e no interior, o estado recebeu o reforço de tropas da Força Nacional e de policiais da Bahia.

FONTE g 1 (RN)

Sindicatos se sentem traídos por Fátima Bezerra

Para os sindicalistas, o parcelamento dos salários dos servidores e do décimo terceiro salário de 2018 foi uma traição da governadora Fátima Bezerra (PT) aos trabalhadores potiguares