Brasil tem que criar solução definitiva para doenças causadas pelo Aedes aegypti, diz ministro

panseraAs entidades responsáveis pelo financiamento às pesquisas para desenvolver novas tecnologias de combate ao mosquito Aedes aegypti destacaram o protagonismo brasileiro no enfrentamento da questão, durante o lançamento do eixo de desenvolvimento tecnológico, educação e pesquisa do Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia, ocorrido nesta quarta-feira (23), em Brasília.
Para o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, as ações articuladas têm o objetivo claro de enfrentar o avanço das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti com o fomento à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico, por meio de financiamento e repasses financeiros às instituições brasileiras. “É um projeto muito ambicioso, mas necessário. O Brasil tem que criar uma solução definitiva para essa questão da dengue, da chikugunya, a zika e, particularmente, a questão do combate ao vetor, o principal vetor deles,. que é o mosquito Aedes aegypti”, afirmou.

Deixe uma resposta