BRONCA GRANDE: Bancos e governo tentam renegociar dívida de R$ 150 bi de grandes grupos

Economia brasileira 2016 (Foto: Reprodução / BBC)

O alto endividamento das grandes empresas brasileiras e o risco de
calote tornou-se uma forte preocupação tanto dos bancos quanto do
governo. As maiores instituições financeiras do País já montaram uma
operação orquestrada para evitar a inadimplência de débitos que, somente
entre as 15 maiores empresas do País – excluindo a Petrobrás –, chega a
R$ 50 bilhões com o sistema bancário nacional e a R$ 150 bilhões, se
incluídas os financiamentos no exterior.
O rebaixamento da classificação de risco do Brasil e das principais
companhias e bancos brasileiros tornou mais difícil e mais cara a
renegociação das dívidas lá fora. Os bonds (títulos no exterior) da
Odebrecht, por exemplo, estão sendo negociados a 12% do valor de face.
Para permitir a renegociação em condições mais favoráveis às
companhias endividadas, integrantes do governo vêm pressionando o Banco
Central a liberar parte do dinheiro que os bancos são obrigados a deixar
na instituição. A ideia é que o BC libere parte dos depósitos
compulsórios com a condição que os bancos usem esses recursos em linhas
de financiamento para que as empresas resgatem os papéis emitidos no
exterior.
O Estado de S.Paulo
 Blog do  BG

Deixe uma resposta