CAICÓ: A compra do Castelo de Engady foi uma troca de “favores” entre Wilma e Pe. Antenor

COMO A POLÍTICA É DINÂMICA!

engady4

engady3

engady2

Construído em 1974, o Castelo de Engady, em Caicó, permaneceu sob a posse do monsenhor Antenor Salvinoaté 2006, quando este vendeu o imóvel em estilo medieval ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte na gestão da ex-governadora, Wilma de Faria.
Quanto custou? 225 mil reais. O que a gestão não explicou foi qual o motivo? Para quê? Qual a destinação? Ainda foi ocupado pelo Corpo de Bombeiros, depois viraria uma espécie de Centro de Cultural.
Na realidade o prédio está em ruínas com portas quebradas e o interior destruído. Desde o final de 2006, quando o Governo do Estado adquiriu o castelo por R$ 225 mil, não houve uma destinação definida para o bem público. Á época comentou-se na cidade que foi uma troca de “favores” entre Wilma de Faria e o Padre Antenor, até hoje criticada pela população. Antenor ajudava Wilma nas campanhas pelos altares da Catedral de Santana. E Wilma retribuiu comprando uma imóvel até hoje inservível. 

Deixe uma resposta