Caso Carlos Eduardo se eleja no 1º turno e vá disputar o governo, Álvaro Dias assumirá prefeitura de Natal no dia 7 de abril de 2018

Nos bastidores da sucessão municipal em Natal, o assunto é um só: a candidatura do prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) a governador em 2018, caso seja reeleito prefeito já no próximo domingo, no primeiro turno das eleições.
É que, caso isso ocorra, de acordo com a declaração do vereador Raniere Barbosa (PDT), o prefeito Carlos Eduardo Alves só cumprirá um ano e três meses de mandato.
Como manda a legislação, prefeito para se candidatar ao governo terá que renunciar ao mandato, como fez a então prefeita Wilma de Faria em 2002, para disputar pela primeira vez o governo do Rio Grande do Norte.
Caso isso aconteça, no dia 7 de abril de 2018, um ano e três meses depois de Carlos ter tomado posse para o seu quarto mandato, e exatamente 6 meses antes do pleito de 7 de outubro, o vice-prefeito Álvaro Dias assumirá a Prefeitura de Natal.
Presente que cairá do céu no colo de Álvaro Dias, dado pelos eleitores de Natal, coisa que não aconteceu com os eleitores de Caicó, onde ele tem base eleitoral.
Para quem se lembra, Dias foi candidato a prefeito de Caicó em 1992 e não se elegeu. 
O eleito da época foi Sílvio Santos.

Deixe uma resposta