Citado por ex-diretor da Petrobras, Henrique Alves emite nota garantindo que não está envolvido no Petrolão

O jornal O Estado de São Paulo revela hoje a lista de políticos citados pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em 80 depoimentos prestados desde que foi preso.
A lista que inclui ministro e ex-ministros do governo Dilma, governador, ex-governadores e parlamentares, inclui o nome do presidente da Câmara, o deputado Henrique Alves, sendo ele um dos 8 nomes do PMDB.
Também são citados 10 do PP, 8 do PT, 1 do PSB e 1 do PSDB.
Há pouco a assessoria de Henrique emitiu uma nota, afirmando que o presidente da Câmara não tem envolvimento com o escândalo da Petrobras.
Eis a nota:
É com extrema indignação que vejo meu nome citado em reportagem publicada hoje pelo jornal O Estado de São Paulo.
Não há qualquer hipótese de verdade no meu envolvimento com as irregularidades cometidas na Petrobras. Repilo qualquer insinuação nesse sentido. Tenho a consciência absolutamente tranquila.
Reitero que a delação premiada é um instrumento que beneficia o réu e não deve ser tomada como prova de verdade. Para isso, há a investigação séria dos órgãos competentes. 

Deixe uma resposta