Diretor do departamento de Aids pede demissão e critica governo Temer

:

O Diretor do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Fábio Mesquita, pediu demissão do cargo nesta sexta-feira, ontem (27) e divulgou uma carta em que faz duras críticas ao atual governo e a medidas recentes tomadas pela pasta.
A saída de Mesquita, um dos mais reconhecidos especialistas em HIV/Aids no país e há três anos no cargo, se soma a de outros diretores e coordenadores da pasta, que têm alegado incompatibilidade com o atual governo.
Em carta, Mesquita, que havia sido convidado para permanecer no departamento, afirma que a negociação político-partidária que levou à escolha do engenheiro e deputado federal pelo PP Ricardo Barros a assumir o cargo de ministro “rifa o Ministério da Saúde”.
O então diretor também faz críticas às medidas recentes da nova gestão, como a proposta de desvinculação dos recursos de saúde e educação do Orçamento da União.
“Os problemas que afetam a política pública de saúde no Brasil não começaram neste governo provisório, mas em poucos dias foram intensificados de maneira alarmante”, afirma no documento.


FONTE: FOLHAPRESS

Deixe uma resposta