Droga do Sargento: Bolsonaro profundamente irritado com o episódio.

O militar preso na Espanha com 39 quilos de cocaína transportados em avião da Força Aérea Brasileira (FAB) é o segundo-sargento Silva Rodrigues. Com 38 anos de idade, ele atuava no Grupo de Transportes Especiais da FAB como comissário de bordo, de acordo com fontes ouvidas pela revista Veja.

O segundo-sargento não tinha cargo na Presidência da República nem estava ligado diretamente com a equipe presidencial de Jair Bolsonaro(PSL), que viajou para o Japão na noite dessa terça-feira (25/06/2019). Em caso de emergência, Silva Rodrigues poderia ser requisitado.

Assessores do Planalto já identificaram, a pedido de Bolsonaro, a falha na segurança que permitiu o embarque da droga. O presidente demonstra estar profundamente irritado com o episódio.

O militar Silva Rodrigues não passou pelo aparelho de raio-X, de uso obrigatório, da Base Aérea da FAB.

Segundo sargento Silva Rodrigues, 38 anos, casado e atuava como comissário de voo da Forca Aerea Brasileira

O segundo-sargento não tinha cargo na Presidência da República nem estava ligado diretamente com a equipe presidencial de Jair Bolsonaro (PSL), que viajou para o Japão na noite dessa terça-feira (25/06/2019). Em caso de emergência, Silva Rodrigues poderia ser requisitado.

FONTE: VEJA

Deixe uma resposta