Emater solicita abertura de inquérito à Polícia Civil…Incêndio pode ser criminoso!

O diretor administrativo da Emater, José Morais, esteve ontem em Assú acompanhado do coordenador do setor de transporte da instituição, para tomar as providências sobre o incêndio ocorrido na última sexta-feira, 16, que atingiu dois veículos da Emater e um do Idiarn.
O local do incidente foi a sede da Emater no município, localizada no bairro Cohab. Solicitou-se a abertura de inquérito policial e perícia do Itep para que sejam descobertas as reais causas do incêndio – se foi acidental ou criminoso. A polícia tem um prazo de 30 dias para encerrar as investigações. Em Mossoró, no Corpo de Bombeiros, o diretor administrativo teve acesso ao relatório inicial do órgão, que também subsidiará a perícia policial. Calcula-se que os prejuízos superem os R$ 50 mil.
O veículo do Idiarn, uma Montana ano 2009, está avaliado em R$ 18 mil. Os dois veículos da Emater-RN foram um Celta ano 2010, avaliado em R$ 15 mil; e um Uno Mille 2012, avaliado em R$ 17 mil. Os automóveis foram adquiridos a partir de convênios com o governo federal e contrapartida da administração estadual.

Deixe uma resposta