Governo suspende temporariamente serviço em Restaurantes Populares

O Governo do Rio Grande do Norte comunicou na tarde desta quarta-feira (30) a suspensão temporária do serviço mantido pelos Restaurantes Populares em todo o estado.
De acordo com nota publicada Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SETHAS), a suspensão se deve a uma recomendação do Ministério Público, que investiga empresários fornecedores dos Restaurantes.
No último dia 18, oito empresários e representantes de empresas foram presos em flagrante durante operação do Ministério Público, suspeitos de fraudes em processo de licitação para Restaurante Popular em Natal.
A nota publicada pela Sethas destaca que os contratos em vigor, já existentes quando Robinson Faria assumiu a gestão estadual, serão encerrados amanhã (31), sem possibilidade de serem aditivados.
Segundo a assessoria de comunicação do Governo do Estado, uma nova licitação já está em andamento, e tão logo ela seja concluída o serviço nos Restaurantes Populares, equipamentos que atendem mais de 20 mil pessoas em 20 municípios do RN, será restabelecido.
A suspensão do serviço também retarda a abertura do Restaurante Popular da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Inicialmente prevista para atender os estudantes a partir desse mês, a unidade agora só deve ser inaugurada quando o novo processo licitatório for finalizado.
Confira abaixo a nota na íntegra:
“A Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SETHAS), vem a público comunicar a suspensão temporária do serviço mantido pelos Restaurantes Populares em todo o Rio Grande do Norte.
Os contratos em vigor com as empresas mantenedoras dos Restaurantes Populares se encerram nesta quinta-feira, 31/12/2015, sem possibilidade de serem firmados termos aditivos aos mesmos.
A interrupção do fornecimento de refeições está sendo feita por recomendação do Ministério Público, que atualmente investiga empresários fornecedores dos Restaurantes Populares.
Ressaltamos que a investigação é restrita aos empresários alvos da ação do Ministério Público, não havendo qualquer acusação ou investigação contra os servidores da Sethas-RN.
A Sethas-RN pauta sua atuação no estrito cumprimento da lei e na transparência de suas ações. Reitera ainda que está trabalhando com o compromisso de restabelecer o mais breve possível o serviço dos Restaurantes Populares, que garantem almoço de qualidade para mais de 20 mil pessoas em 20 municípios potiguares”.

Deixe uma resposta