LAJES: Incêndio de grandes proporções atinge zona rural

ituacu-barra-da-estiva-incendio-sertao-hoje-foto-(1)-66

Desde a tarde deste domingo, 14, teve inicio um incêndio já considerado de grandes proporções na zona rural da cidade, mais precisamente na região de Serra do Lombo, próximo ao Assentamento de Reforma Agrária.
Informações preliminares, que o Blog tem não certeza de sua veracidade, dão conta que o incêndio teve inicio após um homem ter aberto um forno com produção de carvão e sem perceber o fogo se espalhou na mata seca. Como o período é de muito vento na região, o fogo toma conta do mato com mais rapidez e não destrói tudo que encontra pela frente.
Para os nossos leitores ter um ideia do que vem acontecendo, as chamas são vistas a “olho nu” numa distância de mais de 20 kilometros. Já são quase 24h que o incêndio teve inicio e até o momento não temos informações de nenhuma providencia por parte das autoridades, até porque não temos também conhecimento se os proprietários das terras atingidas estão preocupados com a situação.
O que é importante nesse episódio é que a vegetação esta sendo destruída, além de varias especiais de animais que estão sendo prejudicados com o incêndio.
IMG_0021
IMG_9987
IMG_0036
Duas equipes formadas pelas secretarias de Obras e Serviços Urbanos e a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente estiveram no local onde acontece um incêndio que tem dado muitos prejuízos ao meio ambiente.
Com a coordenação de Luqinha, Tico Lopes e Cicero Eleotério, foram formadas frentes de trabalhos que com o uso de máquinas (tratores) foram tomadas algumas providencias como barramento cortando estradas na tentativa de conter o fogo que é intenso.
Segundo relatos do coordenador de meio ambiente, pelo que foi constatado, o fogo ainda deve durar cerca de dois ou três dias até chegar nas estradas. Ele ainda disse que foi feito contato com o Corpo de Bombeiros que disse ser difícil um trabalho no local já que área dá acesso para caminhões. O Corpo de Bombeiros passou algumas orientações ficando de receber mais informações das equipes da Prefeitura para avaliar a situação.
FONTE: Blog do Robson Cabugi

Deixe uma resposta