Lula ataca Moro e Bolsonaro, mas se diz preocupado é com o ódio do brasileiro no coração

 

Foto: Reprodução/ The Guardian

Em entrevista ao jornal The Guardian, o ex-presidente Lula afirmou que, como nunca aconteceu antes, o governo brasileiro é cercado por paramilitares, que seria o equivalente a milicianos no contexto brasileiro.  Na entrevista, o petista também ressaltou que os colegas de partido torcem por sua candidatura, porém, ele não confirmou se voltará ao pleito eleitoral como candidato e ressaltou sua idade já avançada. “Em 2022, terei 77 anos. A igreja católica – com 2.000 anos de experiência – aposenta seus bispos aos 75 anos”, disse.

Na entrevista, assim como fez em diversas ocasiões desde que foi solto, o ex-presidente atacou Sergio Moro, a quem deseja que pague “pelas mentiras que propagou”. Moro, que hoje é ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro, foi o juiz de primeira instância responsável pela primeira condenação do ex-mandatário e é acusado por membros da oposição de ter feito complô com a força tarefa da Operação Lava Jato para condenar Lula.

(mais…)

Deixe uma resposta