“Lula comandava o esquema”, diz Delcídio à Veja


lulala

O senador Delcídio do Amaral participou do maior ato político da
história do país. No domingo 13, ele pegou uma moto Harley-Davidson,
emprestada do irmão, e rumou para a Avenida Paulista, onde protestou
contra a corrupção e o governo do qual já foi líder. Delcídio se juntou à
multidão sem tirar o capacete. Temia ser reconhecido e hostilizado. Com
medo de ser obrigado pela polícia a remover o disfarce, ficou pouco
tempo entre os manifestantes, o suficiente para perceber que tomara a
decisão correta ao colaborar para as investigações. “Errei, mas não
roubei nem sou corrupto. Posso não ser santo, mas não sou bandido”.
Na semana passada, Delcídio conversou com VEJA por mais de três
horas. Emocionou-se ao falar da família e ao revisitar as agruras dos
três meses de prisão. Licenciado do mandato por questões médicas,
destacou o papel de comando de Lula no petrolão, o de Dilma como
herdeira e beneficiária do esquema e a trama do governo para tentar
obstruir as investigações da Lava-Jato. O ex-líder do governo quer
acertar suas contas com a sociedade ajudando as autoridades a unir os
poucos e decisivos pontos que ainda faltam para expor todo o enredo do
mais audacioso caso de corrupção da história. CLIQUE AQUI e confira suas principais revelações.

Deixe uma resposta