LULA DIZ QUE JULGAMENTO DO MENSALÃO TEVE 80% DE DECISÃO POLÍTICA

      G1 – Em uma de suas poucas manifestações públicas após o fim do julgamento do mensalão, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que as decisões do Supremo Tribunal Federal, foram, em sua maior parte, políticas e não jurídicas. A afirmação foi feita numa entrevista exibida neste sábado à TV portuguesa RTP e publicada neste domingo (27) no site da emissora.
    Lula falou sobre o caso quando questionado se o escândalo poderia afetar a reeleição da presidente Dilma Rousseff. Ele negou a existência do esquema, que segundo o STF, consistiu na compra de apoio político no Congresso no início de seu governo, entre 2003 e 2005. “O mensalão, o tempo vai se encarregar de provar, que o mensalão, você teve praticamente 80% de decisão política e 20% de decisão jurídica”, disse. “O que eu acho é que não houve mensalão. Eu também não vou ficar discutindo a decisão da Suprema Corte. Eu só acho que essa história vai ser recontada. É apenas uma questão de tempo, e essa história vai ser recontada para saber o que aconteceu na verdade”, afirmou o ex-presidente.
    Lula disse que embora haja “companheiros do PT presos”, disse que “não se trata de gente da minha confiança”. Entre os petistas presos, estão o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha, todos quadros históricos do partido fundado por Lula.

Deixe uma resposta