MP QUER FIM DA BOQUINHA DE R$ 11 MIL POR FORA DE AGRIPINO

     O Ministério Público do Rio Grande do Norte ingressou com uma ação civil pública para cassar a pensão vitalícia de dois ex-governadores do Rio Grande do Norte. José Agripino Maia recebe 11 000 reais mensais desde abril de 1994, quando renunciou ao segundo mandato. O benefício de seu padrinho político, o primo Lavoisier Maia, é ainda mais antigo, desde 16 de março de 1983. (a propósito, Lavoisier nem eleito foi; era governador biônico). O MP descobriu que o estado sequer tem arquivado documentos do processo administrativo que tenham concedido o benefício.

Fonte: Robson Pires

Deixe uma resposta