Obama cobra esforço mundial contra armas nucleares em mãos de terroristas

obama_cuba

O presidente dos Estados Unidos disse hoje (2), em um pronunciamento à nação, que todos os países devem se unir para evitar que armas nucleares “possam chegar às mãos de terroristas”. Mais de uma semana após os atentados de Bruxelas, Obama disse que essa união deve buscar também eliminar o grupo terrorista Estado Islâmico.
Toda semana, o presidente Obama faz um pronunciamento à nação, em que divulga a posição do governo norte-americano sobre a questão mais importante do momento. O de hoje abordou a Cúpula sobre Segurança Nuclear, que reuniu durante dois dias, em Washington, mais de 50 líderes mundiais. A Rússia não compareceu à reunião, que terminou ontem (1), alegando que não conseguiu contribuir para a elaboração da agenda que estabeleceu os temas do encontro.

Deixe uma resposta