OLIMPÍADAS: Após empates dramáticos, Seleção goleia Dinamarca e avança nas Olimpíadas

Goleada de 4 a 0 em Salvador garantiu classificação na liderança do Grupo A; próximo adversário será a Colômbia

gabrieis
Dupla de Gabrieis marcaram três dos quatro gols da partida
A seleção finalmente venceu nos Jogos Olímpicos. Com gols dos atacantes Gabriel (2), Luan e Gabriel Jesus, o time comandado por Rogério Micale goleou a fraca Dinamarca, por 4 a 0, na noite desta quarta (10), em Salvador, e obteve a classificação para as quartas de final do torneio olímpico.
Depois de dois empates seguidos em Brasília contra times sem expressão (África do Sul e Iraque), o Brasil conseguiu se reencontrar com a vitória e fugir do vexame.
Neste sábado (13), a seleção enfrenta a Colômbia, no Itaquerão.
Se fosse eliminada em Salvador, seria a pior campanha da história do time nacional desde que o COI (Comitê Olímpico Internacional) permitiu a participação de atletas profissionais. A primeira edição com brasileiros neste modelo foi em Los Angeles-84.
A equipe sempre passou com facilidade pela fase de grupos.
Na noite em que seus companheiros de ataque desencantaram, Neymar manteve o jejum de quase um ano sem fazer um gol pela seleção.
A última vez que ele fez um gol pelo time brasileiro foi em setembro num amistoso contra os EUA. Foi a oitava partida do atacante do Barcelona sem balançar a rede.
Mesmo assim, o ex-santista teve uma boa atuação. Ele se movimentou bem e fez um belo lançamento para Luan na jogada do terceiro gol.
No segundo tempo, Neymar ainda ganhou o carinho da torcida. Ele foi o único jogador que teve o nome gritado pelos torcedores na Fonte Nova, realidade bem diferente de Brasília. No Mané Garrincha, ele foi obrigado a escutar os torcedores pedirem Marta no time em protesto.
O esquema ofensivo prometido por Micale acabou funcionando. O time foi criativo, conseguiu fazer as triangulações e manteve a posse de bola.
Em Salvador, ele mexeu no time, mas permaneceu com o esquema com três atacantes.
Em campo pela primeira vez como titulares, os gremistas Luan e Wallace fizeram a diferença no meio campo e devem ser mantidos. Os dois e Renato Augusto se destacaram.
A partida em Salvador também marcou o reencontro da seleção com a torcida.
Em Brasília, o time saiu duas vezes de campo vaiado. Já na Fonte Nova, os torcedores aplaudiam e cantavam “o campeão voltou” ainda no final do primeiro tempo.
No final, os baianos festejaram a goleada gritando “olé” a cada troca de passe.
caminho

Deixe uma resposta