Papa afirma não ver problemas em bater nos filhos desde que mantenha a ‘dignidade’

O Papa Francisco apoiou castigos físicos nos filhos, desde que “a dignidade deles” seja mantida. Ele fez a observação durante sua audiência semanal, dedicada ao papel dos pais na família. O líder católico ressaltou as características de um “bom pai”: aquele que perdoa mas é capaz de “corrigir com firmeza”. E lembrou uma história.

Deixe uma resposta