Polícia Civil autua 111 presos durante revisão no pavilhão cinco de Alcaçuz

Presos devem ser autuados de acordo com suas responsabilidades, por posse de arma de fogo, posse de drogas, dano qualificado, apologia ao crime, associação criminosa e motim
Foto: Andressa Anholete / AFP
A Polícia Civil se mobilizou neste sábado (28) para ouvir, individualizar e tipificar a conduta criminosa de 111 presos da Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madrugada, o chamado pavilhão 5 de Alcaçuz.
A ação policial aconteceu depois da a entrada da Força de Intervenção Penitenciária Integrada (FIPI) e contou com a participação de sete delegados, cinco escrivães , além de dez agentes de polícia.
Os presos devem ser autuados de acordo com suas responsabilidades, por posse de arma de fogo, posse de drogas, dano qualificado, apologia ao crime, associação criminosa e motim.
Estiveram presente dando apoio logístico a operação, o delegado-geral de Polícia Civil, Claiton Pinho e integrantes das diretorias de polícia de Natal e Grande Natal, do interior e administrativa.

Deixe uma resposta