Polícia registra quatro assassinatos em menos de 24h na cidade de Mossoró

A Polícia Militar registrou quatro homicídios neste sábado (27) em Mossoró. Os assassinatos ocorreram nos bairros Aeroporto II, Estrada da Raiz e Teimosos. Nenhum dos suspeitos envolvidos nos crimes foi preso.
De acordo com o Centro Integrado de Operações da Defesa Civil (Ciosp), um jovem de 21 anos, identificado como Dmitry Saraiva de Moura, foi baleado dentro do veículo por volta de 1h da madrugada no bairro Aeroporto II, região Sul de Mossoró.
O rapaz residia no bairro Abolição IV e foi executado com disparos de revólver e escopeta calibre 12 quando deixava a namorada em casa na Rua Mariinha de Medeiros da Costa. Ele perdeu o controle do carro, um Chevette branco e colidiu contra o muro de uma residência. Testemunhas relataram que cinco elementos participaram do crime.
Por volta das 9h40, um duplo homicídio foi registrado no loteamento Royal Ville na Estrada da Raiz, região Norte de Mossoró. Jefferson de Oliveira, de 18 anos e Jailson Braga de Souza de 22, foram assassinados a tiros de pistola enquanto trabalhavam em obras no empreendimento residencial.
Segundo a polícia, os dois já haviam sido presos por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. No bolso de Jefferson foi encontrado um alvará de soltura. A polícia investiga o crime.
Na noite de sábado, por volta das 19h, um jovem de 19 anos foi executado com tiros de doze no bairro Teimosos, região Leste do grande Alto de São Manoel. 
Segundo a PM, os suspeitos estavam em um Fiat Uno branco e perseguiram o jovem que estava sentado em uma calçada. O pai da vítima informou que ela  tinha envolvimento com drogas, mas não soube informar se ela estava recebendo ameaças de morte.
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Técnico e Científico de Polícia (ITEP) e liberados após realização da autopsia. Os crimes serão investigados pela Delegacia de Homicídios de Mossoró (Dehom). Com essas quatro mortes hoje, a cidade chega a 53 assassinatos registrados no ano de 2016.

Deixe uma resposta