PRF prende fugitivo de Alcaçuz e maior ladrão de bancos do Brasil em Boa Viagem

Suspeito de assaltos a bancos foi preso jundo com outros dois homens, um deles fugitivo do Presídio de Alcaçuz. Trio foi preso em lava jato
wy5wy
Foram apreendidos 2 fuzis, uma pistola ponto 40 e munições de diversos tipos

Uma ação realizada no final da manhã desta terça-feira (7) e que prendeu um trio suspeito de assaltos a bancos, acabou capturando um fugitivo do Presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, e o maior assaltante de banco do país.
Paulo Donizete Siqueira de Souza, natural do Paraná, é considerado, segundo a Polícia Civil de Pernambuco, um dos maiores assaltantes de banco do Brasil. Ele tem mandados nos Estados de São Paulo e Paraná. Alison Breno Pereira de Lima é foragido do Presídio de Alcaçuz e estava ainda com Paulo César Targim Junior. Inicialmente, eles haviam dado nomes falsos ao se identificarem à polícia.
Eles foram pegos depois que agentes do Núcleo de Operações Especiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF) verificaram uma movimentação em um lava jato em Boa Viagem, na Zona Sul, e ao consultar as placas de alguns veículos constataram algumas irregularidades. Com o apoio da Secretaria de Defesa Social, o trio foi abordado.
A operação que prendeu o trio contou com a participação de policiais Rodoviários Federais, Civis e Militares. Eles foram presos após uma perseguição no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.
w5ywyuu
Com eles, foram apreendidos dois veículos com placas clonadas: um corolla prata e uma hillux branca. Foram apreendidos, ainda, 2 fuzis, uma pistola ponto 40 e munições de diversos tipos. Além disso, a polícia apreendeu um capacete com proteção auricular, que devia ser usado por eles durante as explosões.
A polícia desconfiou dos carros de luxos usados pelo trio, que estava em um lava jato. Com eles, foram apreendidos dois veículos com placas clonadas: um corolla prata e uma hillux branca. Foram apreendidos, ainda, dois fuzis, uma pistola ponto 40 e munições de diversos tipos. Eram 528 munições. Além disso, a polícia apreendeu um capacete com proteção auricular, que devia ser usado por eles durante as explosões.

Deixe uma resposta