Produção de veículos no Brasil cai 42,1% e tem o pior setembro desde 2003

15175834Com 174.240 unidades fabricadas (incluindo carros de passeio e veículos pesados), o mês de setembro foi o pior para a produção de veículos desde 2003. O dado foi divulgado nesta terça (6) pela Anfavea (associação nacional das montadoras).
O número representa queda de 42,1% na fabricação em comparação com setembro de 2014. No acumulado do ano, a redução chega a 20,1% —na base comparativa, a produção atingiu o mesmo nível de 2006.
As vendas de autos de passeio e comerciais leves caíram 21,7% no acumulado do ano e 3,6% entre agosto e setembro. O dado comprova que a esperada retomada do setor no segundo semestre ainda não se concretizou.
No setor de ônibus e caminhões, a queda entre janeiro e setembro ficou em 44%.
A entidade revisou para 26,5% a queda nas vendas de carros de passeio e comerciais leves em 2015. Já a retração no segmento de veículos pesados deve chegar a 45,4%.
O estoque chega ao equivalente a 52 dias de venda. A Anfavea acredita que o ajuste ocorrerá nos próximos três meses, o que significa que haverá novas paradas de produção até o fim do ano.
Na comparação entre setembro de 2015 com o mesmo mês de 2014, a redução de vagas nas empresas filiadas à Anfavea atingiu 9,6%. Hoje, há 133.609 empregados nas montadoras estabelecidas no Brasil. O número de empregados nas associadas da Anfavea equivale a 2008.
Folha Press


Deixe uma resposta