Produtores rurais terão prazo de cobrança adiado

Os produtores rurais do Rio Grande do Norte com dívidas junto aos bancos oficiais que vencem amanhã (31) terão um pouco mais de prazo.
Uma sugestão do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, aceita no Ministério da Fazenda vai permitir que os processos de cobrança e execução judicial dos débitos sejam adiados até que o governo federal encontre uma saída e/ou o Congresso volte do recesso parlamentar, no início de fevereiro, para votar uma lei de renegociação

Deixe uma resposta