Reforma política: Deputados defendem fim da reeleição e unificação das eleições

O deputado federal Walter Alves (PMDB) em entrevista ao jornal Tribuna do Norte disse que defende o fim da reeleição e a coincidência de mandatos. Sobre o sistema de eleição para o parlamento, o modelo defendido por Walter Alves é o “distritão”, com o mais votado se elegendo.
“Vejo que tanto o presidente da Câmara, quanto do Senado serão os protagonistas dessa reforma e eles têm defendido (a reforma política), que já começou a ser feita de forma fatiada”, comentou Walter na reportagem publicada neste domingo, 22. 
Coordenador da bancada federal do Rio Grande do Norte, o deputado federal Felipe Maia destacou que o presidente da Comissão Especial Rodrigo Maia (DEM) acredita na implementação da reforma política. Para o parlamentar potiguar a coincidência de mandatos, o fim das coligações nas eleições proporcionais, financiamento de campanha, fim da reeleição e o sistema eleitoral são os principais pontos da reforma política.
O coordenador da bancada federal potiguar defende a coincidência de mandatos. “É ruim para democracia que de dois em dois anos nós tenhamos eleição”, analisou.  Sobre o sistema de eleição proporcional, Felipe Maia defende o distrital misto, ou seja, metade das vagas seriam para os mais votados e metade para a lista. 

Deixe uma resposta