SAIBA QUAIS SÃO OS ALIMENTOS QUE AJUDAM O SEU INTESTINO A FUNCIONAR MELHOR

COLABORAÇÃO DO BLOG COM A SAÚDE.
Suco de laranja, mamão, ameixa e alimentos ricos em fibras são alguns aliado das pessoas que têm o intestino preso. Gastroenterologista explica o motivo

Não são todas as pessoas que tem facilidade com o “relógio” do intestino. Enquanto algumas não têm dificuldades para ir ao banheiro, outras, principalmente mulheres, sofrem diariamente e às vezes passam dias com o intestino preso, originando cólicas e dores musculares. Segundo o Dr. Eduardo André, doutor em Gastroenterologista pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e pós-doutor pela Universidade de Londres, existem alguns alimentos ricos em fibras que, quando consumidos, ajudam as pessoas com intestino preso a irem ao banheiro. “Os alimentos ricos em fibras e que ajudam na evacuação, aliados a água já que a fibra conversa muito bem com o líquido, estão as frutas como comer a laranja com o bagaço, ingerir o mamão com algumas sementes, verduras, legumes, leguminosas, cereais integrais como arroz, pão e macarrão – e os cereais como aveia, semente de linhaça e farelo de trigo. Já têm alguns estudos que dizem que comer três ameixas pretas pela manhã e três à noite fornece quase cinco gramas de fibras. Além disso, vale outros cuidados como mastigar bem os alimentos, beber no mínimo 2 litros de água por dia e a prática de esportes”.
Além deste “alívio”, os alimentos com fibras têm o poder de desinchar a barriga e até emagrecer, como explica o especialista.
“Junto com uma dieta balanceada, o consumo de água e a prática regular de exercícios, a fibra já é indicada como uma grande aliada na dieta, pois é um alimento saudável e pouco calórico. Além de suas substâncias retardarem o esvaziamento gástrico, proporcionando uma sensação de saciedade por mais tempo, a fibra é conhecida por auxiliar na diminuição da absorção de gordura, pois ajuda na expansão das paredes internas do cólon, auxiliando a passagem e eliminação de resíduos e, consequentemente, a diminuição de armazenamento de gordura no corpo, principalmente na barriga”.




Deixe uma resposta