Servidor que disparou contra procurador e promotor já foi exonerado do Ministério Público

Como o procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, declarou que o servidor que atirou dentro do Ministério Público era cargo comissionado “até hoje”….neste sábado já não mais será.
A exoneração de Guilherme Wanderley já está publicada no Diário Oficial.

FONTE: Thaysa Galvão

Deixe uma resposta